29 de dez de 2016

MIGUEL BARNET: FIDEL MOSTROU QUE FOI, É E SERÁ SEMPRE UM HOMEM GENEROSO, UM LUTADOR INVENCÍVEL, UM ILUMINADO


Fidel recebe Miguel Barnet em sua casa.
Intervenção de Miguel Barnet, presidente da UNEAC, após discurso pronunciado por Raúl Castro no encerramento da Oitava Sessão Ordinária da Assembleia Nacional do Poder Popular

Querido companheiro General de Exército Raúl Castro; Querido companheiro Esteban Lazo, presidente da Assembléia:

Esta não é uma lei que apoiamos formalmente. Eu sinto que este é um abraço que estamos dando a Fidel sentindo palpitar seu coração e o nosso e respeitando a sua generosa vontade.

Com toda convicção ratifico as brilhantes e emotivas palavras de Eusebio, e tenho certeza de que é o sentimento também dos escritores e artistas cubanos.

Na verdade, o nosso Comandante em Chefe não poderia agir de forma mais coerente com seus princípios martianos do que com esta sua última vontade. Não é apenas um ato de extrema e profunda modéstia, mas de uma lucidez extraordinária. Tudo o que fez foi entregar-se ao seu povo com o humanismo que tem caracterizado esta revolução e ele que foi o seu maior exemplo. Não esperávamos outra conduta que essa, que não é nada mais do que uma demonstração que desmente aqueles que algumas vezes atribuíram ao nosso líder e a Revolução Cubana um culto à personalidade.

Mais uma vez, e em seus últimos momentos, Fidel mostrou que foi, é e será sempre um homem generoso, um lutador invencível, um iluminado.

Portanto, não vamos transformá-lo em pedra ou bronze. Não vamos esquecê-lo nunca. Não esqueceremos aquele que no momento mais difícil, no mais terrível momento do nosso período especial disse em um congresso da União de Escritores e Artistas de Cuba: "A cultura é a primeira que há que ser salva." Salvemo-lo para sempre, para o futuro.

Obrigado (Aplausos). (Granma)

Fonte:  Siempre con Cuba

                                                                                 VENCEREMOS !!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário